Os Dois

Cisne de Plástico

 

É uma obra em processo de um corpo e dois objetos-partner – sacos plásticos e sapatilhas de ponta – que conversam sobre A Morte do Cisne, Anna Pavlova, Fokine, dança, performance e artes visuais.

A peça é um trabalho solo de 40 minutos que conta com a concepção, direção geral e atuação da coreógrafa e bailarina Giselda Fernandes.

A coreografia é também motivo para um workshop criado pela coreógrafa. Intitulado Entre sacos e Cisnes, leva jovens a um novo olhar sobre o clássico tendo a dança contemporânea como meio e linguagem e o objeto-partner como condutor do movimento. 
O solo carrega um importante discurso contemporâneo no que diz respeito ao meio ambiente e sustentabilidade, ao subverter um material poluidor e amplamente descartado conferindo-lhe uma nova estética e gerando múltiplas imagens.

« volta